Testar o açúcar no sangue para pessoas com diabetes: Por que, quando e o que fazer.

- 12:21:00

TESTAR O AÇÚCAR NO SANGUE PARA 
PESSOAS COM DIABETES: 
POR QUE, QUANDO E O QUE FAZER.

Eu sou nutricionista e educador diabetes certificado, e já trabalhei nos Centros de Diabetes em diversos hospitais, tenho um consultório particular em terapia nutricional médica especializada na síndrome metabólica, perda de peso e diabetes tipo 2, e escrevi um livro best-seller no NY Times sobre os mesmos temas, sendo o meu livro mais recente, The Miracle Diabetes (“O Milagre Diabetes”).

Eu tenho diabetes tipo 2 há 15 anos.

Adivinha?! Se você me perguntar o quanto está o nível de meu açúcar no sangue neste momento, eu não tenho ideia. Nem você!

-Você sabia que a menos que o açúcar no sangue esteja maior que 200mg / dL, você provavelmente não terá nenhum dos sintomas tradicionais diabetes, como sede excessiva, urinar, cansaço, fome, ou feridas que não cicatrizam?

-Se você ficar com o nível de açúcar no sangue maior que 200 mg / dL por um período de tempo, você provavelmente não vai apresentar sintomas mesmo quando o açúcar ultrapassar o ponto de 200mg / dL.



-Se tiver sido prescrito medicação para a diabetes com o objetivo de reduzir o açúcar no sangue e você começa a sentir-se instável, tonturas, náuseas, não consegue falar claramente, não pode pensar, sente-se dizimado … você pode supor que está com hipoglicemia. Você está? Sem testes, você realmente não tem ideia … Uma vez que você esteja com leituras elevadas, ao retornar para o intervalo normal … e seu corpo pode assumir que está com hipoglicemia quando você está longe disso! Se você tomar algum suco ou pastilha de glicose, ira empurrar o açúcar normal de volta para o alto.

-Ou talvez esses sintomas são realmente hipoglicemia e se você não tratá-la pode perder a consciência, cair da escada, soltar o seu filho, sair da estrada.

-Sua hemoglobina A1c pode estar 6.3 e você pensa consigo mesmo: “Uau, meu açúcar no sangue está normal agora … por que eu deveria gastar tempo e dinheiro para testar”? Você sabia que a hemoglobina A1C é a sua média de açúcar no sangue 24 horas / dia, durante cerca de 3 meses anteriores? Uma média é a média de altos e baixos. É possível ter uma hemoglobina A1C de 6,3, porque você está calculando a média normal a partir de leituras de açúcar no sangue que poderiam estar lá no alto perto do 200 ou lá embaixo, nos 50!

-Você pode estar seguindo seu plano de refeições, fazendo exercícios, não está estressado, não está doente e acho que talvez você nem precise de medicação. Sem acompanhamento do nível de glicose, como pode o seu médico tomar uma decisão embasada sobre a sua medicação ou doses?

O QUANDO



Testar o açúcar no sangue não é muito doloroso, é rápido, bastante preciso em saber qual o nível em diferentes momentos do dia. Muitas pessoas não sabem quando devem testar. Pessoas com diabetes tipo 1 geralmente testam antes de cada refeição, na hora de dormir, e a qualquer momento que sentem que o nível de glicose está baixo. Pessoas com diabetes tipo 2 têm um cronograma de testes muito diferente.

Eu não posso dizer-lhe o número de pacientes que eu atendi e que só testam na parte da manhã. Eles inicialmente vem ao meu escritório com meses de leituras (em jejum) ao acordar. Ao testá-los, observo algumas leituras elevadas, e pergunto-lhes … O que você acha que causou a leitura de seu sangue em jejum estar tão alta nesta manhã ou noutro dia?

Invariavelmente, o paciente vai “confessar” um dos seguintes cenários:

-Na noite anterior, havia saído para jantar tarde e comeu massas, pão de alho, e doces de sobremesa.

-Na noite anterior, ele assistiu a um jogo de futebol à noite comendo salgadinhos com amigos.

-Ele comeu um croissant no café da manhã e uma barra de chocolate no período da tarde do dia anterior.

-Ele fez um lanche saudável antes de dormir.



Bem, aqui está uma grande surpresa. Quando uma pessoa com diabetes tipo 2 tem um nível de açúcar no sangue em jejum elevado, não é por causa de tudo que ele comeu durante o dia ou noite anterior!!!! Por quê? O carboidrato é o nutriente que se transforma em açúcar no sangue e carboidratos têm uma vida útil de cerca de 5 horas. 

Quando se passam mais de 5 horas depois de comer carboidratos, seu cérebro envia um sinal para o pâncreas liberar um hormônio chamado glucagon e este hormônio sinaliza o fígado para liberar glicogênio (açúcar armazenado) no sangue. Então … quando você verifica o seu açúcar no sangue e mais de 5 horas se passaram desde a última vez que comeu, você está olhando este mecanismo de auto-alimentação do seu fígado!

Se você só testar o açúcar no sangue na parte da manhã antes de comer, você só está vendo o que o seu fígado está fazendo. A leitura não diz como seu corpo está reagindo à comida que você comeu no dia / noite anterior.

Então, como descobrir em seu corpo qual a influência dos alimentos (especialmente carboidratos)? Você deve considerar testar o seu açúcar no sangue 2 horas após o início de uma refeição. Então, se você está jantando às 6:00 h da tarde e quer avaliar qual o efeito da alimentação sobre o açúcar no sangue, faça um teste por volta das oito horas. Se você esperar até deitar, lá pelas às 11:00 h, você perdeu a hora … .porque estará na marca das 5 horas. Depois de comer, o açúcar sobe por cerca de 2 horas, depois volta ao normal ao longo das próximas 2 horas, e em seguida, começa a decair na última hora das 5 horas.

Se eu tenho diabetes tipo 2, e quero saber o quanto está o meu açúcar nesses 2 momentos do dia, é provável que esteja mais alto … Eu deveria verificar pela manhã antes de comer (ação do fígado) e 2 horas após o início de minha maior refeição (ação da comida).

O QUE É NORMAL?

Sugiro que você pergunte ao seu médico qual deve ser seu objetivo para o nível de açúcar no sangue. A seguir estão os níveis de açúcar no sangue que eu normalmente indico para meus pacientes com diabetes tipo 2 se eles estiverem seguindo dieta/exercício ou dieta/Exercício/medicamentos orais:



Jejum: açúcar no sangue inferior a 120 mg / dL (80-120mg / dL)

2 horas após o início de uma refeição: açúcar no sangue inferior a 140 mg / dL. Se acontecer de você perder a duas horas após o tempo e verificar em 3 horas ele deve estar sob 130 mg/dL. Se você não marcar até 4 -5 horas após o início de uma refeição deve estar sob 120 mg / dL. Você pode ver que o ponto alto está na marca de 2 horas.

Aqueles com diabetes tipo 2 em uso de insulina normalmente irão testar antes das refeições e ao deitar. Seu médico irá dizer-lhe os seus objetivos individuais, se você faz uso de insulina para controlar sua diabetes.


O QUE FAZER COM ISSO?

Acho que é útil escrever os números como abaixo. Eu sei que o medidor pode manter centenas de leituras na memória … e eu sei que eles têm a hora marcada (se você se preocupou em acertar a hora do aparelho), mas para mim … Eu gostaria de ver os padrões. Porém caso você utilize uma folha de papel … você pode observar, marcar ou circundar suas leituras que estão fora da zona de normalidade. Em seguida, tentar chegar a uma razão.

Por que a leitura em jejum pode estar elevada?

-Sono ruim

-Dor

-Infecção ou doença



-Não comer um lanche pela noite (fígado está “ligado” por mais tempo)

-Nenhum exercício anterior à noite (músculos “consomem” açúcar no sangue durante horas após o término do exercício)

-Esquecer de tomar a Metformina na hora de dormir

-Período menstrual

-Estressar-se

Por que as leituras pós refeição estão elevadas?

-Esqueceu de tomar a medicação hoje

-Dor

-Doença ou infecção

-Excessos de carboidratos na refeição

-Nenhum exercício no início do dia

-Período menstrual

-Tomar uma medicação com base de esteroides (prednisona / cortisona)

-Dia estressante

E QUANTO A BAIXA DE AÇÚCAR NO SANGUE?

O açúcar no sangue estando abaixo de 70 mg/dL, quando se toma medicamentos para a diabetes (orais ou insulina), é considerado hipoglicemia e precisa ser tratado como indicado pelo seu médico. O tratamento padrão é uma fonte rápida de carboidratos como 3 – 4 tabletes de glicose, ½ xícara de suco, ½ copo de refrigerante regular, um copo de leite desnatado, etc. Depois de esperar 10 minutos, volte a testar o seu açúcar no sangue e se certifique de que está com mais de 80. 

Se ele permanecer abaixo de 80 após o tratamento, repita e reteste em 15 minutos averiguando que o açúcar, de fato, subiu para mais de 80. Episódios frequentes de hipoglicemia (não um evento isolado) devem ser comunicados para o seu médico, pois poderá ser necessário uma mudança de medicação ou dosagem .



Diane Kress é o autora de um Bestseller do New York Times; O Milagre do Metabolismo e do livro Cookbook Milagre. Ela acaba de lançar seu livro avançado para prevenção e controle da diabetes tipo 2: The Miracle Diabetes. Leia mais sobre o seu programa no www.thediabetesmiracle.com.


Compartilhe com seus amigos !!!